Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010
Concelho de Leiria percisa de novos equipamentos sociais

Segundo o Jornal de Leiria, (edição 1371), foi traçada a Carta Social do Município em que, segundo a mesma, são necessários construir creches, destinadas às crianças e ainda, alguns equipamentos destinados a idosos.  

 

O concelho de Leiria precisa de 33 novas creches, com capacidade para 30 crianças cada, para atingir a taxa de cobertura desejável, estimada pelo Governo em 33%. O diagnóstico é traçado na carta social do município, aprovada na terça-feira em reunião de câmara, que aponta o aumento das respostas na área da infância e da juventude como uma das prioridades, assim como o reforço do número de centros de dia para idosos.
Lurdes Machado, vereadora da Acção Social, explica que o documento pretende fazer “o diagnóstico dos problemas existentes” para, a partir dele, traçar “um plano de acção adequado” para os próximos anos.


É na área da infância, sobretudo ao nível das respostas para crianças dos zero aos quatro anos, que a carta social detecta as principais lacunas. O concelho tem actualmente 36 creches (20 são privadas), que totalizam 1250 vagas, para um universo de quase 6800 crianças, o que dá uma taxa de cobertura de 18,5%, sendo que em 13 das 29 freguesias não há qualquer equipamento. Para atingir o valor de 33% considerado desejável, a carta social refere que seriam precisas perto de mil novas vagas em creche. O documento defende ainda a adequação dos horários deste tipo de equipamentos às necessidades dos pais e a criação de creches familiares.


Na área da terceira idade, uma das prioridades apontadas é o aumento da taxa de cobertura dos centros de dia de 2.7% para 4.5%. Para tal, são precisos cerca de 300 lugares, o que corresponde a 10 novas instituições. No que diz respeito a lares, o concelho tem uma cobertura (6.2%) acima do mínimo desejável (4%), considerando as vagas existentes em instituições sociais (564) e privadas devidamente legalizadas (458).


Apesar disso, a carta social defende a construção de mais três lares em Pousos, Ortigosa e um que sirva Milagres, Boa Vista e Santa Eufémia, algumas das nove freguesias onde não há qualquer equipamento. É ainda proposta a criação de cerca de 140 novos lugares em centros de convívio e de serviços de telealarme, que, em situações de emergência, possam servir de apoio a idosos isolados.

 

A carta social sugere também o alargamento da resposta de ajuda alimentar, nomeadamente a que é prestada através do Banco Alimentar que, segundo a vereadora Lurdes Machado, “ainda não chega a todas as freguesias”. O documento aponta ainda a necessidade de criar um centro
de acolhimento temporário e um novo lar, destinados a crianças e jovens em risco.


A responsável pelo pelouro da Acção Social frisa que a falta deste tipo de resposta no concelho implica a colocação das vítimas noutras zonas do País, o que pode “dificultar uma eventual reintegração familiar”.



publicado por Susana Francisco às 10:01
link do post | comentar | favorito
 O que é?

ANIM´ARTE - revista de animação sociocultural
pesquisar
 
Papel e Funções do Animador Sociocultural
sitios a visitar
relógio
O que se escreveu...

Encontro Europeu de Joven...

XIV CONGRESSO INTERNACION...

Encontro da Rede Iberoame...

Projecto de Animação de I...

Anim`arte - novo número

Anim´arte

Colaboração

Portugal é o país da OCDE...

Boa Páscoa

Novo número da revista: "...

Novo estatuto e código de...

Feliz Natal e um Bom Ano ...

de onde nos visitam
quem nos visitou...

widget
Arquivo do blog
IBSN: Internet Blog Serial Number 5-10-198-1984
blogs SAPO
subscrever feeds